Do you want to know what others think?

I am almost sure that does not interest him what the others th ink. At work, in the family. Everywhere "it" is right… Some say is that it is very "bad" educated, others inconsiderate. Doubts , questions, dud, du, d… Is it? It is very "peculiar" as speaking and as categorically stated anything; It is believed that only "he" thinks. An d if he already said it, hard to go back… as he said it. Be cause of that, we do not understand why do not under stand you. What happens is that my friend (from the photo to the side – Yes! finally put it!), don't see things as they are, only sees things as it is… is there hope? Siiiiiiiiiiiiii always! Always! I like to be optimistic.

Você quer saber o que os outros pensam?

Tenho quase certeza que isso não lhe interessa o que os outros pen sam. No trabalho, na família. Em todos os lugares "" é certo… Alguns di zem que é que é muito "ruim" educado, outros sem consideração. Dúvid as, perguntas, dud, du, d… É iss o? É muito "peculiar", como fala e como categoricamente afirmou nada; Acredita-se que só pensa "ele". E se ele já o disse, difícil voltar… como ele disse. Por causa disso, não entendemos por que não te ente ndo. O que acontece é que meu amigo (na foto ao lado – sim! finalmente colocá-lo!), não vemos as coisas como elas são, só vê as coisas como ele é… há esperan ça? Siiiiiiiiiiiiii sempre! Sempre! E u gosto de ser otimista.

¿Te interesa saber lo que piensan los otros?

Estoy casi seguro que a él no le interesa lo que los otros piensan. En el trabajo, en la familia. En todas partes “él” está en lo cierto… Algunos dicen es que es muy “mal” educado, otros desconsiderado. Dudas, duda, dud, du, d… ¿Será? Es muy “peculiar” como habla y como afirma categóricamente cualquier cosa; cree que solamente “él” piensa. Y si ya lo dijo, dificil volver atrás… pues ya lo dijo. Debido a eso, no entiende porqué no lo entienden. Lo que ocurre es que mi amigo (el de la foto al lado – ¡Si! ¡Por fin la pongo!), no ve las cosas como son, solo ve las cosas como él es… ¿Hay esperanza? Siiiiiiiiiiiiii ¡Siempre! ¡Siempre! Me gusta ser optimista.

Eu procrastino, tu Procrastinas, que Procrastina, nós procrastinar… Eles Procrastinam

Ontem eu estava conversando com alguém que sabe um monte de Coaching, hipnose, PNL e que também, eu tenho muito apreço… e vagando em um daqueles transes típicos que eu não me lembro quando acabou, começou a raciocinar sobre por que algumas pessoas conseguem fazer muitas coisas e outros não. Muitos associá-lo com o que é chamado uma "procrastinaçã o". Segundo a Wi kipedia: "A procrastinação é a ação de procrastinar (a partir do latim procrastinare), ou seja, adiar as atividades ou situações que um deve atender, por outras situações mais irrelevantes e agradáveis." Este termo vem do latim pro-(forward) e crastinus (relacionados ao amanhã). P rocrastinação é um distúrbio do comportamento que tem suas raízes na ação da Associação realizar-se com a mudança, dor, ou desconforto (stress). Isto pode ser físico (como um sentido para atos que exigem trabalho duro ou exercício extenuante), psicológica (na forma de ansiedade ou… Ver artículo

I procrastino, you Procrastinas, I Procrastina, we procrastinate… They Procrastinam

Yesterday I was talking with someone who knows a lot of Coaching, hypnosis, NLP and who also, I have much appreciation… and wandering in one of those typical trances which I do not remember when it was over, began to reason about why some people manage to make so many things and others don' t. Many associate it with what is called a "procrastinati on". According t o Wikipedia: "Procrastination is the action of procrastinating (from the latin procrastinare) i.e. postpone activities or situations that one must meet, by other more irrelevant and pleasant situations." This term comes from the latin pro-(forward) and crastinus (related to tomorrow). Procrastination is a disorder of the behavior that has its roots in the Association's action to perform with the change, pain, or discomfort (stress). This can be physical (such as a sense for acts that require hard work or strenuous exercise), psychological (in… Ver artículo

Procrastino, Procrastinas, Procrastina, Procrastinemos… ellos Procrastinam

Ayer conversaba con alguien que sabe mucho de Coaching, Hipnosis, Pnl y a quién además, le tengo mucho aprecio … y divagando en uno de esos típicos trances que ya no recuerdo cuando terminó, empezamos a discurrir sobre por qué algunas personas logran hacer tantas cosas y otras no. Muchos lo asocian con lo que se llama “procrastinación”. Según Wikipedia: “La procrastinación es la acción de procrastinar (del latín procrastinare) es decir, de postergar actividades o situaciones que uno debe atender, por otras situaciones más irrelevantes y agradables. Este término proviene del latín pro- (adelante) y crastinus (relacionado con el mañana). La procrastinación es un trastorno del comportamiento que tiene su raíz en la asociación de la acción a realizar con el cambio, el dolor o la incomodidad (estrés). Éste puede ser físico (como el sentido durante actos que requieren trabajo fuerte o ejercicio vigoroso), psicológico (en la forma de… Ver artículo

The construction of dreams

To make your dream a reality you have to be very awake… Interestin g this idea paradoxical Roger Babson.Bueno, if you do not want to wake up… you always have to wait the synchronicity factor and if this is not… How about something of luc k? Ummmm. .. do better wake up right?

A construção de sonhos

Para tornar seu sonho realidade, você tem que ser muito acordado… Int eressante essa ideia paradoxal Roger Babson. Bueno, se você não quer acordar… Você sempre tem que esperar o fator de sincronicidade, e se isto não é… Que tal algo de sorte? Hum… é melhor acordar direito?

La construción de los sueños

Para que tu sueño se haga realidad tienes que estar muy pero muy despierto… Interesante esta idea paradojal de Roger Babson. Bueno, si no quieres despertar ….. siempre te queda esperar el factor sincronicidad y si éste no se da ….. ¿qué tal algo de suerte? Ummmm … ¿Mejor despertar cierto?

What a question!

Could it be that this question was made by someone with a child's heart? or would a child?… We can also say that is very Zen, or very hypn otic…-"When God is not God what?" (E. Fromm)