O que você olha.

Olhei pela janela e imaginava que ele viria hoje, como tinha feito tantas vezes nos últimos dois anos. Quando foi que sua mãe disse-lhe que ele não foi para ela? Já não são você se lembra, porque eram tantas vezes que ele não lembrava dele. Lembre-se que era como um mantra, e que ela era e permaneceu. No início, tudo para provar à sua mãe que estava errada. Uma questão de princípio, pensava-se que, só para saber que era sua vida e eraella que iria decidir quem seria ou não. Mas sua mãe permaneceu com a ladainha. Foi assim, que começou a olhar para as coisas que ele disse. Que ele foi mal educado. Foi imprudente. Ele estava lá por interesse. Que estava solto… E… a lista era interminável. Um dia, ela tanto negá-lo para sua mãe, começou a negar o que foi negado e seempezo nas mesmas coisas que… Ver artículo

What you look at

Looked out the window and imagined that he would come today, as had done it so many times in past two years. When was that his mother told him that he was not for her it? No longer are you remember, because they were so many times that he could not remember it. Just remember that it was like a mantra and that she was and remained. At the beginning, everything as to prove to his mother that was wrong. A matter of principle, was thought it, only to learn that it was his life and eraella who would decide who would or not. But his mother remained with the litany. So it was, that began to look at the things he said. That he was poorly educated. It was inconsiderate. He was there for interest. Which was loose… And… the list was endless. One day, she both deny it… Ver artículo

Lo que miras

Miró por la ventana y se imaginó que él vendría hoy, cómo lo había hecho tantas veces en losdos últimos años. ¿Cuando fue que su mamá le dijo que él no era para ella? Ya no se recuerda, pues fueron tantas y tantas veces que no podría recordarlo. Sólo recuerda que era como un mantra y que ella seguía y seguía. Al inicio, hacia todo como para demostrarle a su mamá que estaba equivocada. Era una cuestión de principios, pensaba ella, sólo para que aprendiera que era su vida y eraella quien decidiría con quien estaría o no. Pero su madre seguía con la letanía. Tanto fue, que empezó a fijarse en las cosas que decía. Que era mal educado. Que era desconsiderado. Que estaba ahi por interés. Que era flojo…Y… la lista era infinita. Un día, ella de tanto negárselo a su madre, empezó a negar lo que estaba… Ver artículo